Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Desabafos de uma mãe solteira...

O dia - a - dia de uma mãe solteira e de uma princesa furacão.

Desabafos de uma mãe solteira...

O dia - a - dia de uma mãe solteira e de uma princesa furacão.

Em contagem....

contagem_2.jpg

       Ausente.... sim tenho andado ausente...

       Mas o tempo é escasso para tanta coisa....

       Depois de ter entregue a carta de despedimento, fui falar com o meu chefe...

       Mais uma vez... 

       Lá tentei entrar em acordo com a empresa....

       O chefe prometeu-me que me iria ajudar...

       Dois dias depois e um email que muito me elogiou como profissional e pessoa... recebo a resposta do director...

       Tenho que trabalhar até dia 28 de Fevereiro e depois sou livre...

       Foi um bom acordo.... perdoaram-me 18 dias e ainda recebo o que tenho direito.... nada mal...

       Dia 2 de Março começo no supermercado...

       O nervoso miudinho já começa a aparecer.... o que é normal.... tudo vai recomeçar... aprender nova profissão, ter novos colegas, novas regras... e os pensamentos que teimam em aparecer...

       - E se não gostarem de mim?

       - E se não me adaptar?

       Enfim... um dia de cada vez....

       Agora tenho é que curar a maldita gripe que me atacou....

       Naquela cozinha está uma sinfonia... uns tossem outros espirram mas... todos muito ranhosos.... 

       Sexta-feira eram 20h e já estava eu na cama com dois pijamas vestido, de tanto frio que sentia.... e adormeci assim que me deitei....

       Sábado é que foi uma guerra.... o despertador tocou eram 7 da manhã... os olhos esses teimavam em não abrir e o corpo.... esse não me queria obedecer... doía tudo...

       Bom... a minha sorte é que o colchão continua no chão... o que me facilitou... sair da cama... foi só me esforçar para rebolar e... pimba... estava fora da cama... e lá fui eu me arrastando para a casa de banho....

       Acordei finalmente quando me olhei ao espelho... apanhei cá um susto.... parecia um fantasma... descabelado.... nesse dia acho que a única coisa que tinha vida própria era mesmo o cabelo pois eu.... não andava.... arrastava-me como uma morta-viva.... 

       Bom de aparência estava.... quase lá....

       E lá fui eu trabalhar esforçando-me para manter os olhos abertos... e comandar este corpo desobediente....

       Ontem que estive de folga e o sol brilhava.... estive dormindo todo o dia....

       Bom... há sempre um lado bom da história.... 

       A criança ficou contente.... pois esteve no pc á vontade, enquanto aqui a belhota dormia com febre no sofá.....

1 comentário

Comentar post