Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Desabafos de uma mãe solteira...

O dia - a - dia de uma mãe solteira e de uma princesa furacão.

Desabafos de uma mãe solteira...

O dia - a - dia de uma mãe solteira e de uma princesa furacão.

Automutilação....

 

images.jpeg

Tenho andado ausente é verdade....

Mas desde o ultimo post aconteceu muita coisa...

Hoje não venho falar de algo alegre e divertido....

Deixo apenas o meu desabafo ou... o meu testemunho....

A minha filha tem 12 anos e automutila-se.....

Descobri porque achei estranho ela pesquisar esse tipo de coisas na net...

Suicídio e automutilação....

É uma menina alegre mas que não consegue falar sobre os seus pensamentos, ideias e sentimentos.

Eu como mãe lá vou insistindo e depois de muito tempo lá vou sabendo o que se passa...

Por várias vezes tive que me armar em detective e descobrir sozinha, pois ela não fala.

Desta vez não foi diferente....

Confesso que mesmo estando desconfiada, não estava preparada para esta realidade....

A minha filha corta-se....  pensa matar-se....

Eu pergunto-me onde errei, como não vi mais cedo...

Mas a realidade é mesmo essa.... eu não vi....

Depois de dizer á princesa que tinha descoberto o que ela fazia, ela começou a falar....

Confessou-me que já o faz á dois anos.... enquanto chorava....

Começou por ser uma coisa, que fazia de tempos a tempos.... primeiro com a unha, pequenos arranhões depois começou a fazer com mais força...

Mas agora está pior.... sente necessidade de fazer todos os dias e já utiliza o bico do compasso. ponta de ferro da lapiseira e tudo que seja pontiagudo.

Ela- Lembras-te quando me perguntavas onde me tinha arranhado?

Eu- Sim

Ela- Muitas das vezes era eu que os tinha feito....

(Pequenos arranhões.... " Bati na porta", "Foi quando brincava", entre tantas outras desculpas credíveis....)

Eu- Mas porque nunca falaste com a mãe????? Eu estou cá para te ajudar.

Ela- Tinha medo da tua reacção....

Eu- Mas o que pensaste????? Que eu te ia bater ou outra coisa?????

Ela - Sim... pensei que te zangasses.... e também.... não queria que ficasses triste....

Eu - Mas eu amo-te filha, e vou sempre amar independentemente do que faças.

Ela - Eu sei! Foi por isso que ainda não me matei, porque tu ias sofrer muito e sentir-te culpada.

Eu como mãe sinto-me um farrapo e embora já tivesse marcado consulta na psicóloga, não sei mais o que posso fazer....

Sinto-me impotente, culpada por que não estava lá quando a minha filha precisou, por não ter ligado aos "arranhões".

Pergunto-me onde falhei com a minha filha que tanto amo.

Já falei com quem entende e dizem-me que é normal, que as crianças escondem bem e que a culpa não é minha...

Podem o repetir vezes sem conta.... Mas sinto que falhei....

Pior que tudo..... Não sei como a ajudar....

Ela não me diz porque o faz, apenas diz que não vale nada e que se morrer é um alívio para todos....

Ouvir tudo isto... deu cabo de mim.... e embora finalmente ela tenha conseguido desabafar, não sei como mais a poderei ajudar....

Sinto-me impotente.... esperando que a psicóloga possa ajudar a minha menina...

Porque tudo o que faço ou digo....não é o suficiente....

Para ela... sou a única que a amo.... e só porque sou a sua mãe....

 

 

 

P.S. -  Peço desculpa por ainda não ter respondido aos desafios.

Preocupação de mãe....#1

tumblr_mlqa23LaBq1r5abgeo1_500.jpg

Desta vez foi falar de um assunto, que muito me preocupa...

A minha princesa embora fale pelos cotovelos, tem o feitio do pai....

Fala pouco do que a inquieta e só com muita insistência e a ferros lá lhe vou sabendo de algumas coisas.

Ela sempre foi assim, mas agora que está na fase da pré-adolescência ainda se fechou mais...

Eu tento subtilmente sacar-lhe alguma coisa, mas nem sempre é fácil e isso deixa-me preocupada...

A princesa andava a pesquisar na net, pessoas que..... se cortavam.... o meu alarme disparou logo...

Como sou muito impulsiva acabei por não reagir da melhor maneira.

Eu - Que panca é essa agora?

Ela - Do quê mãe!!!!?????

Eu - Andas sempre a ver essas imagens de raparigas que se cortam. Estás a pensar em fazer o mesmo?

Ela - Tás-te a passar????

Eu - Então porque andas sempre a ver essa treta?

Ela - Porque não entendo porque o fazem.....

Acabamos por falar civilizadamente acerca deste assunto e da opinião que temos...

Ela não me explicou o porquê da pesquisa e eu.... desconfiada fiquei.

Todas as noites, enquanto ela se despe verifico se há corte ou algo do género, tento puxar o assunto mas ela acaba por falar de outras coisas fugindo ao que lhe pergunto.

Este Sábado depois de eu ter recuperado um pouco da minha enxaqueca foi ela que puxou o assunto....

Ela tem dois colegas, (um menino e uma menina), que se cortam todos os dias ou quase todos os dias....

Ela fala com eles para evitar que se cortem mais.

Quando lhe perguntei se ela sabia o motivo que eles davam para o fazer ela apenas me respondeu:

Ela - Eu sei o porquê, mas não te vou contar.... isso é sobre a vida deles....

Eu - Mas os pais não sabem??? Não veem os cortes?

Ela - A mãe dela já viu e apenas lhe disse: "- Se batesses com os cornos na parede fazias melhor"

Aqui fiquei parva com a reacção da mãe da miúda, sem dar a entender lá continuei.

Eu - Mas a mãe não foi falar com um psicólogo nem nada?

Ela - Não, e sempre que vê um corte novo volta a dizer-lhe bate com os cor... na parede...

Eu - Mas a tua colega precisa de ajuda.

Ela - Sim, eu sei.... eu digo-lhe para ela não fazer, mas ela diz que se sente bem quando o faz....

Sei que não sou perfeita e cometo os meus erros como mãe, mas....eu pergunto-me......

Será normal não dar importância à Automutilação????

Será normal uma mãe reagir assim????

Não é uma critica, pois não sou ninguém para criticar, nunca vivi uma situação destas, nem sei como iria reagir.

Agora sou eu que pesquiso na net, e tento me informar ao máximo para estar alerta a todos os sinais....

Todas as noites, olho discretamente corpo da miuda enquanto ela se despe, meu coração salta sempre que vejo um arranhão e depressa aranjo maneira de verificar se é arranhão ou corte.....

E pergunto-me vezes sem conta.....

Mas o que se passa com estes miúdos????

E se ela fizer???? Como devo eu reagir?????

Desculpem lá!!!! Mas são preocupações de mãe