Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Desabafos de uma mãe solteira...

O dia - a - dia de uma mãe solteira e de uma princesa furacão.

Desabafos de uma mãe solteira...

O dia - a - dia de uma mãe solteira e de uma princesa furacão.

Sorrir...

mulher e sol.jpg

      Ora aqui está mais um dia... melhor por sinal...

      A boa disposição está a regressar... 

      Hoje gostaria de falar sobre algo que me fugiu nos últimos dias... o sorriso...

      O sorriso e o riso...

      Algo que eu adoro...

      Já viram a quantidade de sorrisos que podemos.... oferecer????

      Temos vários e para todos os gostos

      O famoso sorriso amarelo oferecido em ocasiões... em que mentalmente estamos... oh pá baza.

      O mentiroso... mentiroso???

      Sim, aquele que oferecemos quando por dentro estamos partidas, quebradas, magoadas... este é bem difícil de oferecer mas... que lá vamos dando para esconder a nossa dor...

      O malandro... este é bom... o que significa sempre mais alguma coisa...

      O cúmplice... aquele que trocamos com amigas/os...

      O sarcástico... 

      O benevolente... aquele que oferecemos... porque é de bom tom...

      Mas o que eu mais gosto é do sorriso que tanto escasseia...

      O sincero... aquele que sai do coração...

      O mais simples... aquele que sai de pequenas coisas... convívio com as amigas, por ter alcançado um objectivo, porque olhamos para um filho,  um reencontro com uma amiga, porque recordamos de algo ou alguém...

      É o que nos faz brilhar...

      Sei que não tenho utilizado meu sorriso... ficou tipo... congelado... mas estou a erguer-me... estou a lutar para o recuperar...

      A Madre Teresa de Calcutá dizia que um sorriso pode mudar o mundo, pelo efeito borboleta que pode causar.

      Então hoje irei brindar todos com um sorriso...

      

0,,23625342,00.jpg

1 comentário

Comentar post