Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Desabafos de uma mãe solteira...

O dia - a - dia de uma mãe solteira e de uma princesa furacão.

Desabafos de uma mãe solteira...

O dia - a - dia de uma mãe solteira e de uma princesa furacão.

Automutilação....

 

images.jpeg

Tenho andado ausente é verdade....

Mas desde o ultimo post aconteceu muita coisa...

Hoje não venho falar de algo alegre e divertido....

Deixo apenas o meu desabafo ou... o meu testemunho....

A minha filha tem 12 anos e automutila-se.....

Descobri porque achei estranho ela pesquisar esse tipo de coisas na net...

Suicídio e automutilação....

É uma menina alegre mas que não consegue falar sobre os seus pensamentos, ideias e sentimentos.

Eu como mãe lá vou insistindo e depois de muito tempo lá vou sabendo o que se passa...

Por várias vezes tive que me armar em detective e descobrir sozinha, pois ela não fala.

Desta vez não foi diferente....

Confesso que mesmo estando desconfiada, não estava preparada para esta realidade....

A minha filha corta-se....  pensa matar-se....

Eu pergunto-me onde errei, como não vi mais cedo...

Mas a realidade é mesmo essa.... eu não vi....

Depois de dizer á princesa que tinha descoberto o que ela fazia, ela começou a falar....

Confessou-me que já o faz á dois anos.... enquanto chorava....

Começou por ser uma coisa, que fazia de tempos a tempos.... primeiro com a unha, pequenos arranhões depois começou a fazer com mais força...

Mas agora está pior.... sente necessidade de fazer todos os dias e já utiliza o bico do compasso. ponta de ferro da lapiseira e tudo que seja pontiagudo.

Ela- Lembras-te quando me perguntavas onde me tinha arranhado?

Eu- Sim

Ela- Muitas das vezes era eu que os tinha feito....

(Pequenos arranhões.... " Bati na porta", "Foi quando brincava", entre tantas outras desculpas credíveis....)

Eu- Mas porque nunca falaste com a mãe????? Eu estou cá para te ajudar.

Ela- Tinha medo da tua reacção....

Eu- Mas o que pensaste????? Que eu te ia bater ou outra coisa?????

Ela - Sim... pensei que te zangasses.... e também.... não queria que ficasses triste....

Eu - Mas eu amo-te filha, e vou sempre amar independentemente do que faças.

Ela - Eu sei! Foi por isso que ainda não me matei, porque tu ias sofrer muito e sentir-te culpada.

Eu como mãe sinto-me um farrapo e embora já tivesse marcado consulta na psicóloga, não sei mais o que posso fazer....

Sinto-me impotente, culpada por que não estava lá quando a minha filha precisou, por não ter ligado aos "arranhões".

Pergunto-me onde falhei com a minha filha que tanto amo.

Já falei com quem entende e dizem-me que é normal, que as crianças escondem bem e que a culpa não é minha...

Podem o repetir vezes sem conta.... Mas sinto que falhei....

Pior que tudo..... Não sei como a ajudar....

Ela não me diz porque o faz, apenas diz que não vale nada e que se morrer é um alívio para todos....

Ouvir tudo isto... deu cabo de mim.... e embora finalmente ela tenha conseguido desabafar, não sei como mais a poderei ajudar....

Sinto-me impotente.... esperando que a psicóloga possa ajudar a minha menina...

Porque tudo o que faço ou digo....não é o suficiente....

Para ela... sou a única que a amo.... e só porque sou a sua mãe....

 

 

 

P.S. -  Peço desculpa por ainda não ter respondido aos desafios.

Criança e a religião....

 

imagens-imagem-de-crianca-faa0e3.jpg

 

Na minha família não... somos.... muito religiosos...

É verdade que andei na catequese, e que acredito á minha maneira, de qualquer maneira não sou praticante...

A minha filha mesmo sem frequentar a igreja sempre gostou de santos, igrejas e de ouvir as histórias sobre Jesus e de Santos.

Desde pequena que volta e meia lá pede para entrar na igreja e fica ali sentada a olhar para tudo.

Isto para vos contar uma situação que se passou há uns anos atrás....

Para entenderem melhor, tenho que acrescentar que na minha terra, temos a procissão da Sr.ª dos Navegantes ( Padroeira dos Pescadores). A procissão começa no mar, com os barcos todos iluminados e decorados e acaba em terra.... Muito bonito mesmo...

A criança sempre gostou de ir ver.

Um dia enquanto passeávamos de mãos dadas, pelas ruas da minha terra, ela estava com ar muito pensativo.

Então eu perguntei-lhe no que estava ela a pensar.

Ela - Oh! Mãe! Jesus é o pai de todos?

Eu - Não filha. Deus é que é pai de todos nós.

Ela - Aaaaahhhh!

       E  a Nossa senhora (Navegantes) vive no mar?

Eu - Sim filha.

Ela - Ainda não percebi onde é a casa dela.... é no mar???

Eu - Sim filha é no mar, mas nós não a conseguimos ver.

Ela - Aaaah!!!!! Então Deus vive no céu?

Eu - Sim.

Ela - E a nossa Senhora vive no mar?

Eu - Sim, filha.

Foi então que ela olhou para mim com um ar.... muito satisfeito...

 

bebc3aa-rindo.jpg

Ela - Ah! Já entendi. Então é como tu e o pai!!!!

images (4).jpg